Wayne Coyne do Flaming Lips quer colocar urina de Miley Cyrus em vinil de edição limitada

264

Além de serem conhecidos por sua música psicodélica e viajante, os shows de clima onírico e por terem várias celebridades e figuras conceituadas do mundo da música como amigos, os Flaming Lips também gostam de lançar discos em formas inusitadas.

Depois de terem colocado um pen drive em um crânio feito de bala de goma e misturar cerveja e até amostras sanguíneas de gente como Chris Martin do Coldplay e Kesha em um álbum de edição limitada (foram feitas dez cópias apenas ao custo de quase R$10 mil cada), o vocalista Wayne Coyne disse ter planos de lançar um vinil que contenha traços da urina de Miley Cyrus.

Falando para o NME, Coyne disse que é difícil fazer algo que supere o disco com traços de sangue humano, mas que ele está com a ideia de colocar a urina da cantora e um punhado de glitter durante o processo de fabricação do vinil do álbum que eles gravaram com Cyrus (“Miley Cyrus and the Dead Petz” de 2015). “Eu acho que isso iria colocar as coisas em um outro nível, não?”, brincou o vocalista.

VAGALUME