Vlogger morre após consumir animais venenosos ao vivo

138

Até onde vai a necessidade das pessoas por atenção? Não é de hoje que vemos pessoas fazerem coisas absurdamente estúpidas. Em muitos casos, até perigosas. Tudo na tentativa doentia de ter mais assinantes, seguidores e likes. A internet não é nem de longe a culpada por isso. Ela  apenas nos proporcionou um mundo novo cheio de possibilidades. O problema é e sempre será as pessoas que não sabem lidar com a tecnologia ou com os próprios limites. Mais uma vez, temos uma história trágica, envolvendo a busca incessante por visualizações na internet. Dessa vez, a de um vlogger chinês, que morreu em uma transmissão ao vivo, depois de comer animais venenosos.

Sun, como foi identificado o influencer chinês, ingeriu insetos e lagartixas venenosas durante uma livedo DouYu, um dos maiores serviços de streaming da China, o equivalente ao YouTube de lá, já que a plataforma não é liberada no país. Os dois serviços inclusive funcionam de forma bem parecida. Tudo não passou de um desafio daqueles do tipo “nunca façam isso em casa”. Mas o vlogger fez mesmo assim. E o resultado foi trágico, como já era de se esperar. Sun morreu ainda durante a transmissão do vídeo.

O vlogger

Na busca incessante por sucesso, muitos jovens acabam cometendo atos perigosos e até fatais, como foi o caso do vlogger chinês de sobrenome Sun. Depois de ser desafiado em uma brincadeira, onde teria que comer animais venenos venenosos ao vivo, o jovem veio a óbito. Toda a situação foi transmitida para várias internautas, que acompanhavam a sua live, na plataforma de vídeos chinesa DouYu.

Segundo o site de notícias chinês Xinan Evening News, Sun tinha 35 anos de idade. Com o vídeo do desafio, pretendia aumentar a sua base de inscritos no site, que já tinha cerca de 15 mil pessoas inseridas.

A brincadeira, que acabou matando o jovem, era basicamente girar uma roleta com vários itens. Entre eles, lacraias, lagartixas, larvas, ovos, vinagre, cerveja e outros. Onde parasse a roleta, a pessoa deveria ingerir o que era indicado. No caso de Sun, ele foi induzido a comer insetos e lagartixas venenosas.

De acordo com informações do site, o corpo do jovem foi encontrado pela namorada dele, em seu apartamento, na cidade de Hefei, na China. Aparentemente, Sun estava alcoolizado e não tinha consciência do que estava fazendo, muito menos da gravidade do ato.

Mortes ao vivo

O caso do vlogger nos lembra de outro episódio parecido, que aconteceu em 2017. O alpinista, também chinês, Wu Yongnig, de 26 anos, também morreu em frente às câmeras, em uma transmissão ao vivo. No caso, Yongnig caiu de uma altura de 62 andares, enquanto fazia uma performance em um edifício na província de Hunan, na China.

Segundo informações da BBC, um familiar do alpinista contou que, na ocasião, ele estava participando de um desafio no valor de US$ 15 mil. Esse dinheiro seria usado para pagar o seu casamento e também para custear o tratamento médico da sua mãe. No entanto, até hoje, os detalhes e regulamentos da suposta “competição” e do possível patrocinador não foram revelados.