Um estudo diz que a humanidade pode acabar nesse século

806

capa-68
O que você faria se soubesse que o mundo vai acabar amanhã? Ao longo dos séculos a humanidade vem acreditando que o mundo pode acabar a qualquer momento. Não apenas, mas também com datas marcadas, como o ano de 1999, proferido por Nostradamus, ou as profecias (principalmente Maia) sobre o fim do mundo em 2012.

Confira outras creditações: Conheça o relógio do apocalipse que marca quanto tempo falta para o fim do mundo; Como será o fim do mundo segundo a Bíblia?; 5 previsões apocalípticas sobre o fim do mundo que não passavam de baboseira. Bem, essas foram visões, profecias, etc.

Mas, e quando é a ciência quem diz que o mundo vai acabar, daqui a não muito tempo? Será que o assunto deve ser levado mais à sério? Tudo se trata de uma questão de probabilidade. Quem disse isso foi o Dr. Fergus Simpson, matemático do Insitute of Cosmos Sciences, da Universidade de Barcelona.

De acordo com o especialista, as chances de que a raça humana desapareça nesse século ainda é de 1 para 500. Simpson defende esses números dizendo que já nasceram mais da metade de todas as pessoas possíveis no mundo, o que faz com que ela tenha superado metade de sua história.

Chegando a conclusão de que a velocidade na qual o ser humano se reproduz, atualmente, é muito maior do que em qualquer outro momento da história. Em seu trabalho acadêmico Apocalypse Now? Reviving the Doomsday Argument, o matemático afirma “A nossa principal conclusão é que o risco anual de catástrofe global, atualmente, excede 0,2 por cento.”

Dr. Simpson calcula que cerca de 100 mil milhões de pessoas já nasceram e um número similar ainda nascerá antes que a raça humana se extinga. Segundo suas estimativas, 13% da humanidade não sobreviverá além do século 21. Mas, essa ainda é uma estimativa otimista.

Hand made earth toy on hands

Por exemplo, o astrônomo real Sir Marin Rees, sugeriu que haveria a probabilidade da extinção da raça humana seria de 50% até o ano de 2100, em seu livro Our Final Hour (2003). Fergus Simpson ainda diz que:

“Seria ingenuidade acreditar que o risco anual de uma catástrofe global é muito escasso, independentemente das inferências estatísticas mencionadas anteriormente. Em um período em que pelo menos 8 Estados soberanos estão em posse de armas nucleares, incluindo cujo executou membros de sua própria família), a atitude de se ‘se esconder’ é perigosa e irresponsável.”

Então pessoal, o mundo vai acabar um dia e isso é fato, mas não se sabe quando exatamente isso irá acontecer. De qualquer maneira, o ideal é ir vivendo da melhor maneira possível. O que acharam da matéria? Encontraram algum erro? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

FONTE(S) tnonline, independent