Um carro dirigido por inteligência artificial atropelou um robô ”inimigo”

147

1553400499 Um carro dirigido por inteligência artificial atropelou um robô ”inimigo” entenda

O Consumer Electronics Show é um evento de tecnologia anual que, em 2019, estará acontecendo em Las Vegas. Muitas novidades sobre esse universo tecnológico surgem nessa conferência. Não é muito comum que aconteçam acidentes, porém, esse ano aconteceu um envolvendo um robô e uma inteligência artificial.

No segundo dia de evento, em meio a elementos como computadores quânticos, Smartphone dobráveis e malas com “vida própria”, um robô sofre um golpe do destino, ou melhor, da própria tecnologia. Ele foi atropelado por um carro com inteligência artificial.

Inimigos

0101010101011

Um robô, modelo V-4, foi apresentado por uma empresa russa chamada Promobot. Ela é especializada no design de alguns robôs autônomos. Mas graças aos “deuses digitais”, a felicidade do robozinho não durou por muito tempo. Assim que ele chegou na noite da última segunda-feira (09), foi atingido por um Tesla Modelo S.

A empresa fez o anúncio da notícia no Twitter. O problema, como foi anunciado, é que o dano causado está muito além da possibilidade de um reparo. “É claro que estamos irritados. Trouxemos este robô da Filadélfia para participar da CES”, disse Oleg Kivokurtsev, diretor de desenvolvimento da Promobot. “Agora não dá para participar do evento, não é possível haver recuperação. Vamos conduzir uma investigação interna e descobrir por que o robô foi para a estrada.”

Publicidade

Muita gente desconfia que tudo isso não passa de um golpe de publicidade. Inclusive, essa não seria a primeira vez. Em 2016, um robô Promobot saiu correndo dos seus criadores humanos. Convenientemente, aconteceu de estar transmitindo mensagens promocionais através de um sistema de som on board ao mesmo tempo, fazendo com que muitas pessoas desconfiassem de seus verdadeiros motivos.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que está prevendo uma guerra entre as máquina, aquele abraço cibernético.