Tartaruga gigante, declarada extinta há mais de 100 anos, foi vista

149

1550878047 Tartaruga gigante declarada extinta há mais de 100 anos foi vista recentemente

Acreditava-se que a tartaruga gigante, conhecida como Fernandina, estivesse extinta, já que não havia nenhum vestígio da sua existência pela ilha de Galápagos há muito tempo. Mas depois de 113 anos desde o último avistamento, pesquisadores tiveram uma surpresa ao encontrar uma tartaruga fêmea vagando pela ilha.

A tartaruga

extra large 1550762191 cover image

A tartaruga adulta foi encontrada no dia 17 de fevereiro, enquanto turistas faziam uma expedição na ilha de Fernandina, no Parque Nacional de Galápagos. Segundo o Ministério do Meio Ambiente do Equador, a última vez em que a espécie foi avistada oficialmente foi em 1906. Em 2009, alguns pesquisadores acreditam que possivelmente tenham avistado uma tartaruga da mesma espécie, mas preferiram não tirar conclusões precipitadas.

Com essa nova descoberta, a equipe de pesquisadores encontrou ainda evidências da presença de mais animais, com marcas de fezes e mordidas em cactos, que sugerem que possivelmente existam outras tartarugas similares da espécie na ilha, confirmando que, na verdade, o animal não foi completamente extinto.

“A conservação das tartarugas gigantes de Galápagos tem sido meu mundo há 29 anos e tenho participado de muitos eventos emocionantes, incluindo a descoberta de uma nova espécie de tartaruga. Mas desta vez, a emoção que sinto é indescritível”, disse Wacho Tapia, diretor da Iniciativa de Restauração da Tartaruga Gigante na Conservação de Galápagos, em um comunicado.

“Encontrar uma tartaruga viva na Ilha Fernandina talvez seja o achado mais importante do século. O único espécime vivo da espécie de Fernandina (Chelonoidis phantasticus) foi encontrado há 113 anos”, finalizou.

Agora os pesquisadores vão estudar a tartaruga para confirmar a sua origem genética e a sua idade, mas já adiantam que acreditam que ela seja muito velha.

A ilha

shutterstock 1284991885

As ilhas de Galápagos são conhecidas por serem o habitat de várias tartarugas gigantes. Na verdade, a palavra “Galápagos” é derivada de uma antiga palavra espanhola que significava tartarugas. Até o momento, são conhecidas pelo menos quinze espécies de tartarugas gigantes que vivem no arquipélago vulcânico.

Por ser um tipo específico de tartaruga, devido ao ambiente em que vive, as espécies que vivem nos planaltos úmidos possuem conchas e pescoços curtos, em razão da vegetação baixa, que é propícia a sua alimentação. Já as tartarugas que vivem em planícies secas têm conchas seladas, e um pescoço mais longo, para que elas consigam alcançar e comer plantas maiores.

Além disso, as ilhas Galápagos são conhecidas por terem sido usadas como inspiração e fonte de conhecimentos para Charles Darwin em seus estudos sobre a evolução por seleção natural. As ilhas ficam localizadas no Oceano Pacífico, a 1.000 quilômetros à oeste do Equador, sendo um dos lugares que abrigam uma enorme quantidade de animais raros e selvagens.