Médico diz que Michael Jackson foi quimicamente castrado pelo próprio pai

261

Conrad Murray, o médico que foi considerado culpado por matar de forma culposa Michael Jackson, disse que o pai do astro castrou quimicamente o cantor para que ele mantivesse o registro agudo em sua voz. As declarações foram ditas em uma gravação conseguida pelo site The Blast.

Michael Jackson letrasNo vídeo, o médico diz que Joe (ao lado) foi um dos piores pais de toda a história, e que fica sem palavras quando pensa sobre a castração química. Ele afirma ter conhecido Michael muito bem e que o cantor lhe falava sobre os inúmeros sofrimentos, “horrendos e “além da imaginação”, que lhe foram infligidos por seu pai. O médico diz que não derrubaria nem uma só lágrima pela morte “desse homem cruel e maligno” e espera que ele encontre alguma redenção no inferno. Joe morreu em dia 27 de junho, aos 89 anos.

Conrad Murray já havia falado sobre o assunto em seu livro “This Is It! The Secret Lives of Dr. Conrad Murray and Michael Jackson”. O médico cumpriu dois anos de prisão por administrar as altas doses de propofol que contribuíram para a morte do artista em 2009