APARENTEMENTE, LEBRES SÃO CARNÍVORAS E TAMBÉM CANIBAIS

184

544946 snowshoe hare zayats snegostup sault ste marie ont 2904x2323 www.Gde Fon.com

Às vezes, confundidas com coelhos, as lebres são mamíferos que inicialmente foram classificados como sendo herbívoros. Por muito tempo foram inclusas no grupo dos roedores, porém, com seu desenvolvimento maior dos membros anteriores, foi possível fazer a distinção e reclassificação da espécie.

Ocupando parte do território da América do Norte até o Sul do México, as lebres são encontradas também em grande parte do continente Europeu, Asiático e Africano.

Em pesquisa recente, novas descobertas feitas a partir de câmeras instaladas pelas florestas, constaram novos hábitos alimentares, até então desconhecidos das lebres: elas também são carnívoras e se alimentam da carcaça do seu principal predador, o Lince-do-canadá e também de outras lebres.

Durante os meses de verão, as lebres se alimentam da vegetação, mas com a chegada dos longos invernos na região de Yukon, no Canadá, onde a neve cobre toda a paisagem, as lebres-raquetes-de-neve buscam outra fonte de alimento para complementar sua dieta. Famintas, os mamíferos acabam por se alimentar de carcaças de outras lebres, classificando um comportamento canibal entre a espécie.

O Estudo

lebre

Os cientistas chegaram a essa descoberta peculiar sobre a alimentação das lebres carnívoras por acidente. Michael Peers, doutor em Ecologia, montou câmeras de trilha perto do Monte St. Elias, na fronteira do Alasca. Ele esperava que os predadores recolhessem as ofertas gratuitas das carcaças de animais mortos, mas em dois anos e meio de filmagens, constaram que das 161 carcaças analisadas, 20 eram de lebres.

Com as impressionantes imagens, que apontam que os animais classificados apenas como herbívoros, estão, pelo menos atualmente, se alimentando regularmente de carne.

Outros estudos na América do Norte têm analisado a linha tênue entre o herbívoro e carnívoro. Encontrando o mesmo comportamento em outros animais também considerados vegetarianos, como é o caso dos esquilos terrestres do Ártico, que foram vistos caçando lemingues.

O ecologista pretende continuar com a pesquisa, utilizando o passado como guia, o cardápio da lebre-de-raquete-de neve pode ser bem mais suculento do que se imaginava.

Alimentação variada

winter critters 131205 670x440 hare


Outro detalhe curioso na pesquisa de Peers é o fato de que as lebres também se alimentam das penas das carcaças de um pássaro, conhecido como perdiz-de-cheiro. O que não se sabe é como elas conseguem digerir essas penas, uma vez que são fonte de fibras e a ingestão de penas é bastante incomum entre os mamíferos, diz o ecologista.


FATOS DESCONHECIDOS