A incrível história do Pinguim que ia ao mercado sozinho e realizava compras

29

Uma das coisas mais prazerosas da vida, é dividir a vida com um animal de estimação. É bastante comum encontrar cães, gatos, pássaros e, em alguns casos mais específicos, hamsters nas casas, como pets. Há casos mais extremos, onde as pessoas pegam animais um tanto exóticos, para abrigarem em seus lares. O melhor de ter um animal de estimação é domá-lo, ensinando-o a fazer algumas coisas. Um caso que chamou a atenção do mundo todo, foi o de um pinguim,que aprendeu a buscar seu próprio alimento, num mercado de peixes.

Muitas pessoas acham os pinguins absolutamente adoráveis. No entanto, dadas as circunstâncias corretas, poucos de nós ousariam mantê-los dentro de casa. Não foi o caso de uma família japonesa que, quando viu uma oportunidade, decidiu adotar um pinguim, como animal de estimação. Isso faz deles os donos de um dos animais “domésticos” mais peculiares do mundo e, talvez, de todos os tempos. Na verdade, o animal era tão raro que, na época, os jornalistas de todo o mundo tentavam entrevistar a família.

Nos anos 1990, a Real TV conseguiu fazer um pequeno documentário sobre o caso. Eles mostraram a vida do pinguim e da família. Como exibido nas imagens, o animal se chamava Lala e morava em uma pequena vila, no Japão. O mais surpreendente é que o animal foi treinado, para buscar a própria comida. E pensando melhor sobre essa história, resolvemos trazer essa matéria, mostrando mais sobre sua vida. Confira conosco e surpreenda-se.

Lala, o pinguim adorável que vivia com uma família humana, no Japão

pinguim 1

O documentário foi feito em 1996, quando Lala tinha aproximadamente 10 anos. Naquela época, o pinguim-rei morava em uma casa, onde ficava em uma sala com ar-condicionado. No entanto, ele vagava, constantemente, pelas ruas da cidade. Numa ocasião comum, a família então o levou, com eles, ao mercado de peixe. Bastou essa visita, para que Lala continuasse voltando ao lugar, depois disso, sozinha. Então, foi quando a família decidiu presenteá-la, com uma pequena mochila e a ensinou a ir ao mercado, buscar por sua comida.

Era algo muito impressionante para os moradores do município, afinal, era um pinguim indo buscar seu próprio alimento. Ele se portava como uma pessoa adulta, fazendo suas obrigações. Lala era muito inteligente, e isso, causava um encanto em todos. A família a encontrou sozinha, após ser ela ter sido capturada por uma rede de pescas e gravemente ferida. Com o quadro do animal, eles a levaram para um hospital veterinário, onde houve um tratamento. Após a conclusão dos cuidados médicos, o pinguim teve sua saúde de volta, e depois de muita convivência e apego, passou a ser um membro da família. Inclusive, ganhando um nome: Lala.

pinguim 2

Ela se recusava a deixá-los, então, foi tomada a decisão de mantê-la em casa, como um animal de estimação. A família proporcionou uma vida confortável, em condições incomuns para os pinguins. Infelizmente, Lala já faleceu, mas sua memória segue viva  no local. Inclusive, ela, de fato, fez história nesse vilarejo. É possível encontrar sua história, em diversos portais de notícias.

Fatos Desconhecidos