7 PESSOAS COM AMNÉSIA QUE REALMENTE ESQUECERAM TUDO

195

cc107c76704cc8d43d345bbd7b9fe692 XL

Você já imaginou viver sua vida sem as suas memórias? Talvez se fosse possível apagar algumas delas, a maioria de nós gostaríamos de tentar os efeitos. Certo? Mas, imagine-se não se lembrando de quem você é ou de onde veio, ou ainda de seus familiares. Mesmo que momentaneamente, a sensação de ter esquecido tudo pode ser apavorante.

À medida que vamos envelhecendo é comum que esqueçamos certas lembranças e condições como a demência pode nos roubar muitas memórias. Pensando nisso, hoje, trouxemos para vocês algumas pessoas que além da amnésia, acabaram se esquecendo de tudo. Confira!

1 – Henry Molaison

C3TZR1g81UNaPs7vzNXHueW5ZM76DSHWEY7onmfLxcK2iNgEam9caErw4Ch7Xk8oeRmocnHmVtQha9VFA4AzS9LhgJqPaL8wRrw4AxxxybdUZ9Jd9PHcUVC

Henry Molaison, nascido em 1926, desde os 10 anos de idade sofria com ataques epiléticos severos. Os médicos suspeitavam que a causa dos ataques seriam devido a um atropelamento por uma bicicleta quando ele ainda tinha 7 anos. Aos 16 anos, as crises passaram a ser diárias. Em 1953, foi oferecido a Molaison um novo tratamento, ainda em fase experimental, que removeria parte de seu lobo temporal esquerdo.

A cirurgia foi um sucesso no que tange ao controle da epilepsia. Entretanto, Molaison acabou com uma terrível e profunda amnesia. O homem ainda se lembrava de algumas informações, como sua infância, e os nomes de seus familiares. Mas, ficou incapacitado de formar novas memórias. Seu cérebro foi estudado por muitos neurocientistas e quando morreu, Molaison doou o órgão para a ciência.

2 – Ansel Bourne

Ansel Bourne

Ansel Bourne era um pastor evangélico. Em 1887, ele simplesmente acordou em uma loja, no qual ele era gerente, sem exatamente saber o que estava acontecendo. Suas lembranças eram de alguns meses antes de chegar a Norristown, na Pensilvânia, nos EUA. Bourne estaria experienciando um estado chamado de fuga dissociativa.

Pessoas em tal estado adotam uma nova identidade e tal condição é frequentemente causada por algum trauma, não existindo tratamento. Tal problema costuma ser temporário. Aparentemente, o norte americano é o caso mais conhecido da patologia e pode ter sido a inspiração para o filme A Identidade Bourne, 2002.

3 – WO

p02vzm5g e1547834882359

Um paciente, que foi identificado apenas como ‘WO’, em março de 2005, durante um procedimento odontológico precisou ser anestesiado. O homem até aquele momento, assim como qualquer outra pessoa, conseguia se lembrar muito bem sobre as cosias relacionadas a sua vida. Porém, depois deste dia, WO só conseguiria se lembrar das coisas novas que aprendia ou que vivenciava por cerca de 90 minutos antes de apagar tais coisas para sempre de sua memória.

Os neurocientistas não compreendem bem as causas pelas quais tal fenômeno ocorre. Eles acreditam que o homem possa sofrer de amnésia anterógrada e que isso pode ter sido ocasionado pelo anestésico usado no procedimento. Sua esposa preparou um arquivo com várias coisas para que ele possa ler diariamente ao acordar.

4 – Clive Wearing

Clive Wearing era um músico clássico bem sucedido quando, em 1985, ele contraiu uma encefalite viral. O vírus atacou seu sistema nervoso central e comprometeu sua capacidade de armazenar novas memórias. Wearing não consegue manter novas memórias por mais de 30 segundos.

O homem passou a viver em um estado de constante confusão e não consegue compreender o que lhe aconteceu, uma vez que quando as pessoas tentam lhe explicar, ele já se esqueceu do começo do assunto bem antes da pessoa terminar de concluir o raciocínio. Poucas coisas restaram em suas memórias, e o amor por sua esposa é uma dessas poucas coisas que ele se lembra claramente.

5 – Kent Cochrane

kent cochrane

Kent Cochrane, em 1981, sofreu um acidente de moto que lhe resultou na perda de sua memória. Alguns fatos ainda restaram, mas a grande maioria de suas lembranças haviam desaparecido. Cochrane também se tornou incapaz de gerar novas memórias.

Ele poderia por exemplo, ao ver uma foto, reconhecer as pessoas e até mesmo a ocasião em que a foto foi tirada, mas isso não lhe provocaria nenhuma lembrança fora da foto. O motociclista foi objeto de estudo de mais de 30 artigos científicos e seu cérebro estudado por neurocientistas do mundo todo. Cochrane morreu em 2014.

6 – Michelle Philpots

iStock 916579388

Após dois acidentes de carro que lhe causaram traumatismo craniano, em 1994, Michelle Philpots acabou desenvolvendo epilepsia. Com o passar do tempo, as crises foram ficando cada vez mais fortes e sua memória desaparecendo. Um tempo depois, Philpots já não se lembrava de muita coisa.

Desde então, a mulher se encontra presa em 1994. Ao acordar pela manhã, ela ainda é aquela mulher e seu marido, ao menos para ela, envelheceu ao seu lado, da noite para o dia, um quarto de século. Para se lembrar exatamente quem ela é, Phipots deixa notas espalhadas pela casa. Raramente, ela sai de casa sozinha.

7 – Susie McKinnon

p06rhzcm e1547837672957

Susie McKinnon não tem lembranças a respeito de sua infância ou de qualquer outra idade, a não ser a sua atual. Na verdade, somente depois que uma amiga médica lhe sugeriu que fizesse um teste de memória, é que ela percebeu que era ‘diferente’ de outras pessoas. Alguns eventos do passado estavam em sua memória, mas é como se ela não tivesse participado deles.

A condição de McKinnon foi definida como Memória Autobiográfica Deficiente (MAD). Ela não possui memórias afetivas e nunca é afetada pelos erros e escolhas do passado. Talvez, se houver um lado positivo nisso tudo, esse seria o ponto a ser citado. Os médicos não conseguiram definir o que poderia ter lhe causado tal condição até o momento.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.