7 MÚSICOS QUE JÁ FORAM PROIBIDOS DE CANTAR EM ALGUNS PAÍSES

437

Bandas e músicos de fama mundial, tocam por todos os lugares do Planeta Terra que você possa imaginar. Eles fazem Tours gigantescas, que alcançam todos os quatro cantos do Globo. Vamos combinar uma coisa, ouvir música no rádio ou até no seu celular é muito bom, porém, ver um show é muito melhor. A energia de ver a performance ao vivo do cantor é transcendental. Se você for um fã de carteirinha do cantor em questão, então, a sua experiência vai ser ainda maior. É uma pena quando eles são proibidos de tocar em algum lugar.

Existem circunstâncias variadas que impedem que os músicos se apresentem em sua região. E acredite, isso acontece com os mais populares e ricos artistas. Se o país não deixar, não há nada que se possa fazer. De ofensas até razões políticas, o que não faltam é motivos para que músicos sejam censurados em certa região. Nós listamos 7 músicos que já foram proibidos de cantar em alguns países

1 – Bjork

Em 2008, Bjork fez uma apresentação na China que lhe rendeu a proibição de voltar a apresentar no país. No shou, ela começou a gritar “Tibet!” em protesto. Isso por que em 1950, o tibete foi ocupado pela China. Após essa apresentação, o governo chinês começou a combater artistas que seguissem esse mesmo perfil. Todos os artistas do exterior que vão se apresentar por lá agora, passam por um rigoroso controle de “atividades que ameacem a soberania nacional”.

Veja o trecho do show da Bjork que levou a isso:

2 – Chris Brown

Chris Brown é um artista que após se ver envolvido em escândalos de cunho agressão física contra sua ex-namorada Rihanna, nunca mais foi tão bem visto. Seu sucesso diminuiu drasticamente, porém, ainda faz música. Menos no Reino unido, aonde é proibido de entrar. Ele foi proibido de entrar no país exatamente por seu ataque a Rihanna. Todas as suas turnês no país, desde então, foram proibidas.

3 – Dusty Springfield

Dusty Springfield foi fazer uma apresentação na África do Sul que lhe rendeu uma proibição no país desde então. Isso por que ela era uma artista que levantava a bandeira contra o apartheid, e inclusive colocou uma cláusula “não ao apartheid” no contrato do show. Isso serviu para que um monte de artistas começasse a boicotar a África do Sul, em ação contra o Apartheid.

4 – The Kinks

Os The Kinks foram uma banda de sucesso no Reino Unido, durante a década de 60. Após uma turnê nos estados Unidos, eles não foram recebidos muito bem. Eles foram recebidos com comentários como “Só porque os Beatles fizeram isso, todos os jovens com cara de esfregão e rosto manchado pensam que podem vir aqui e fazer uma carreira para si mesmos”, ou “eles irão descobrir quão poderosa é a América”. Depois disso, eles foram proibidos de fazer turnê no país durante 4 anos.

5 – Alice Cooper

Alice Cooper foi proibido de tocar na Austrália em 1975. Acontece que as apresentações de Alice Cooper possuem certa teatralidad, apresentando coisas como guilhotinas, forcas e muito sangue falso. Isso levou o oficial de imigração da Austrália em 1975, de acusar Cooper de ser “um degenerado que poderia influenciar poderosamente os jovens de mente fraca com sua espécie de exibição”.

6 – Led Zeppelin

Em 1970, Cingapura não tolerava cabelo cumprido, sendo que todos aqueles que viessem de fora, eram obrigados a cortar os cabelos. Isso por que o governo do país associou todos os homens de cabelo longo aos hippies dos anos 60 e 70. Para eles, esse tipo de pessoa era preguiçosa e abusava do uso de drogas. Acontece que em 1972 o Led Zeppelin tinha um show marcado por lá, do qual não puderam ir por que se recusaram a cortar o cabelo.

7 – Frank Sinatra

Na década de 60, o astro Frank Sinatra fez uma série de shows pelo México, pelo menos até 1966, quando foi proibido de continuar a se apresentar por lá. Tudo por que estrelou o filme Marriage on the Rocks ( 1965), no qual se divorcia de sua esposa no próprio México. Isso não foi visto com bons olhos com o país, que encrencou com os shows do músico.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que não sabia desses casos, aquele abraço.