7 itens mais caros vendidos no mercado negro

102

O mercado negro – ou, como é mais bem conhecido, o Sistema D – é mais do que apenas venda de armas e tráfico de drogas. Também engloba produtos domésticos como xarope e fórmulas para bebês, ambos extremamente lucrativos. Qualquer atividade não licenciada, que produza algum tipo de lucro, faz parte do Sistema D. Isso pode variar de um encanador que é pago em dinheiro para um trabalho rápido em um negócio de drogas. Estes fazem parte da “economia paralela”: as transações ilegais, não declaradas, não registradas ou informais que não podem ser tributadas. Ademais, a ascensão da tecnologia levou a um “mercado negro” evoluído – e, em vez de animais exóticos e exportações tangíveis – dados como informações de cartão de crédito e até mesmo contas de streaming estão à disposição. Além disso, tem o lado óbvio no sistema: práticas ilícitas, perigosas e prejudiciais que podem matar o meio ambiente e… a nós mesmos. Preparamos uma lista com 7 itens mais caros vendidos no mercado negro, e eu tenho certeza que muitos irão te surpreender.

Conforme colocado por Robert Neuwirth, o mercado negro é “empreendedorismo irrestrito”. Pode ser uma das mais puras formas de capitalismo, sem toda a burocracia e corrupção da economia mundial “desenvolvida”. Os preços podem ser baixos para muitos dos bens e serviços (embora alguns itens raros ou particularmente ilícitos possam ser muito caros), porque, à medida que a população continua a crescer, as pessoas precisam continuar consumindo. A necessidade de as pessoas comerem ou se vestirem não é baseada no mercado de ações. Vamos à lista dos itens mais caros vendidos no mercado negro?

1- Passaportes roubados

Passaportes são frequentemente roubados em viagens para o exterior. Dependendo do documento, podem ser vendidos por US$ 100 chegando a custar vários milhares de dólares.

2- �”rgãos

A venda de órgãos no mercado negro tem sido onipresente na TV e nos filmes, o que na verdade é um negócio próspero. Doadores desesperados podem receber até US $ 5.000 para uma doação de rim, enquanto o órgão pode ser vendido por até US $ 200 mil. Muitas vezes, os órgãos são roubados ou colhidos de pacientes involuntários ou de pessoas recém falecidas.

3- Pepinos-do-mar

Os pepinos-do-mar, criaturas marinhas de textura gelatinosa, são uma iguaria na Ásia. Elas podem chegar a US$ 500 ou mais por quilo quando secos, mas é difícil obter licenças legais de pesca. Dessa maneira, a compra, até mesmo no mercado negro, pode ser mais complexa do que se imagina. Até porque o processo não é só de compra ilegal no site, mas da prática ilícita de pesca.

4- Dados roubados

O mercado negro dos cibercriminosos está repleto de dados roubados, incluindo informações de cartão de crédito e senhas da Netflix. Um relatório, de 2014, sugere que este mercado se tornou mais lucrativo do que o comércio de drogas.

Contas de pagamento on-line podem custar entre US $ 5.000 e US $ 8.000, enquanto suas contas de streaming on-line podem custar meros US$ 10. Informações básicas de cartão de crédito podem ser compradas por apenas US$ 5, de acordo com um relatório da Intel.

5- Petróleo bruto

Devido às regulamentações governamentais rigorosas, há muito tempo, existe um mercado ilegal de petróleo bruto. A Nigéria, rica em petróleo, tem refinarias ilegais ao longo de sua costa. Isso faz com que as empresas de petróleo percam mais de US $ 1 bilhão por mês.

6- Cirurgias plásticas

Inspiradas pelas imagens de celebridades na televisão, dezenas de pessoas estão indo para a “faca”. Os preenchimentos injetáveis são extremamente populares no mercado negro. Como o contrato pode custar até US $ 20 mil, as pessoas adotam a prática para um procedimento de baixo custo e risco, segundo a CNN.

7- Animais exóticos

De pítons a leões e ursos, animais raros são negociados no mercado negro com a garantia de grandes lucros. O mercado vale cerca de US $ 10 bilhões em todo o mundo, de acordo com a CNBC, e os animais são vendidos como animais de estimação exóticos ou esquartejados para a venda de suas partes mais valiosas.

Agora você conhece alguns dos itens mais caros no mercado negro. Lembrando que a intenção do texto é informar e não te inspirar a mergulhar em negócios ilícitos e nem perigosos. Estamos entendidos? Não se esqueça de comentar a respeito das curiosidades. A sua opinião é muito importante para todos nós.