4 coisas que o seu gato detesta e você precisa saber agora mesmo

51

Os gatos são animais peculiares. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, eles são bichos afetuosos e amorosos, sim, obviamente a seu modo.

No entanto, há uma série de coisas que o seu gato realmente não gosta. Assim sendo, se você quer ter o carinho do seu bichano e não quer que ele fique bravo contigo, terá que ficar por dentro das coisas que ele detesta, que serão enumeradas adiante.

1. Gato ODEIA carinho na barriga

Nesse ponto, o gato é muito diferente do cachorro. Frequentemente, quando os cães ficam de barriga para cima é porque querem carinho ali. Contudo, os gatos geralmente odeiam carinho nessa região do corpo.

Com efeito, quando o seu gatinho fica de barriga para cima, ele não está pedindo para ter a barriguinha acariciada. Na verdade, o que ele está querendo demonstrar é que está muito empolgado ou então que está com vontade de brincar. Tentar acarinhar aquela barriga peluda contra a vontade deles é arriscar levar um belo arranhão.

2. Cortar as unhas

Cortar as unhas dos gatos não é uma prática necessária para a saúde ou mesmo para o bem-estar dele, sobretudo se ele costuma sair para o exterior da residência.

No caso dos gatinhos que ficam somente dentro de casa, apesar de também não ser recomendado, pode ser o jeito de evitar que ele rasgue o sofá ou mesmo te machuque quando brinca com ele. Nesse contexto, é possível tentar distraí-lo com um petisco ou então aproveitar quando ele estiver dormindo.

3. Colocar um guizo na coleira

Antigamente, era bastante comum colocar um guizo no gato. No entanto, ainda que esse seja um costume presente, não é recomendado o uso de guizos ou chocalhos na coleira do bichano. Isso porque o som produzido por esse objeto é altamente estressante para eles. Além de dificultar que eles fiquem alertas, também pode prejudicar a audição e causar desconforto.

4. Tomar remédio

Quem tem um gato em casa sabe o quanto é difícil é dar remédio para ele. Geralmente, o felino tentará expelir o medicamento da boca ou se negar a engolir. Para facilitar, você pode segurar ele no colo, abrir sua boca, colocar o comprimido, fechar a boca do bichinho e dar água com uma seringa em seguida.