Sereias profissionais movimentam economia americana

372

RTEmagicC_Sereia.jpgO sonho de infância de muitas garotas tem se tornado realidade e até mesmo profissão nos Estados Unidos. No país, cerca de mil pessoas trabalham em tempo integral como sereias profissionais – quem cumpre a função são mergulhadores, animadores, treinadores e até designers.

De acordo com relatório da Fast Company, nos últimos cinco anos houve um verdadeiro boom do ramo. Além dos profissionais que dão vida às míticas criaturas, o ramo movimenta os setores de confecção e de serviços, a exemplo das academias voltadas para o treinamento das sereias e bares temáticos.

Sereia-chefe do Dive Bar, um restaurante baseado na temática aquática inaugurado em 2011, Rachel Smith conta que as sereias nadam com as pernas presas dentro de uma cauda que pode pesar até 16 kg. O rabo de peixe incluiu um peso extra, que varia entre 2 kg e 5 kg, para manter as sereias dentro d’água.

As sereias são contratadas para todo tipo de festa de aniversário, não apenas de crianças. Quem quiser contratar uma sereia ou um tritão para uma festa, basta acessar o site MerDirectory, que mostra um mapa com profissionais em todo o mundo.

A modelo e mergulhadora Linden Wolbert é considerada a sereia das estrelas e já foi contratada por celebridades como Jessica Alba, Justin Timberlake e Shia LaBeouf. A participação em cada evento custa cerca de US$ 250 – aproximadamente R$ 965.

O mercado de sereias não se resume aos EUA; associações internacionais de instrutores foram recentemente criadas na de Boracay, nas Filipinas; em Tarragona, na Espanha; e m Cornwall, no Reino Unido.

COMPARTILHAR