Saúde e Bem Estar: Saiba como desintoxicar o corpo após os excessos do Natal

290

Exagerou na ceia de Natal? Consequências como o corpo inchado, alguns quilinhos a mais, cansaço, má digestão ou dor de cabeça podem ser sentidas por causa do consumo de alimentos e bebidas em excesso. Mas calma, nem tudo está perdido. Para limpar o organismo e preparar o corpo para o réveillon, especialistas indicam uma dieta de desintoxicação, mais conhecida como detox, que tem como objetivo diminuir a sobrecarga de substâncias tóxicas no organismo.

Uma dieta detox é rica em alimentos integrais

— Alguns alimentos também têm o poder de eliminar toxinas do nosso organismo, melhorando a nossa disposição e aumentando o gasto calórico. Por isso, sabendo usá-los a nosso favor, temos uma combinação de elementos primordiais quando o assunto é emagrecimento saudável — afirma a nutricionista Fernanda Marques.

Segundo a nutricionista Samara Lopes, da Renewmed, uma dieta detox é rica em alimentos integrais, frescos e funcionais, que além de nutrir, aceleram o metabolismo. Dessa forma, a pessoa perde peso com saúde e sem sacrifícios.

— O método consiste basicamente em reduzir o consumo de industrializados e evitar refeições rápidas e gordurosas, como frituras e carnes gordas. Os principais alimentos com substâncias antioxidantes são folhas verdes escuras, frutas cítricas, frutas vermelhas, oleaginosas e sementes — explica Samara.

Vilões: radicais livres

Os alimentos que fazem parte da dieta antioxidante têm o poder de tirar os radicais livres de cena. De acordo com a nutricionista Samanta Lopes, em excesso, essas moléculas danificam as células sadias, que deixam de exercer bem suas funções.

Para se defender desses inimigos, o organismo responde com processos inflamatórios, comprometendo ainda mais as células e estabelecendo o ciclo vicioso de mais radicais livres e inflamação. E os prejuízos vêm aos montes: resistência baixa, falta de disposição, flacidez, inchaço e peso extra e até celulite.

— Estresse, poluição, sedentarismo, cigarro, álcool e alimentação errada colaboram para a produção exagerada de radicais livres, que são moléculas com elétrons. À procura de um parceiro para essa molécula solitária, os radicais livres se unem às nossas células. Mas o casamento é infeliz. Eles são loucos para enferrujá-las, acelerando o envelhecimento. E, caso se juntem a uma parte do DNA, podem acarretar doenças graves, como câncer — ressalta Samanta, acrescentando: — Muita gente tem uma visão errada sobre a dieta detox, achando que ela tem baixa restrição calórica. O objetivo é não comer apenas alimentos não industrializados.

COMPARTILHAR