SAIBA QUE TIPO SANGUÍNEO É MAIS RELACIONADO A ATAQUES CARDÍACOS EM HOMENS

64

Se saúde é uma preocupação sua, e a gente espera que seja, é bem possível que você imagine que manter um estilo de vida saudável, comer bem e praticar atividades físicas seja a receita para nunca passar por eventos como um ataque cardíaco, certo? Certo, sim, sem dúvida. A questão é que, de acordo com um estudo recente, não é apenas isso que basta: ao que tudo indica, homens de alguns tipos sanguíneos têm mais chances de ter um ataque cardíaco.

Nessa pesquisa, cientistas analisaram dados de mais de 1,3 milhão de pessoas que já haviam participado de estudos anteriores sobre doenças cardiovasculares e, no fim das contas, homens com tipos sanguíneos A, B ou AB têm 9% mais chances de apresentar um episódio de ataque cardíaco do que aqueles do tipo sanguíneo O.

Por quê?

Essa análise, por enquanto, é apenas estatística e ainda não se sabe por que indivíduos do grupo sanguíneo O parecem ter menos chances de ter esse tipo de doença cardíaca. Ainda assim, os pesquisadores arriscam alguns palpites, como o fato de que pessoas que não são do grupo sanguíneo O tendem a ter níveis mais altos de proteínas de coagulação no sangue, que podem provocar obstrução nas artérias.

Em uma publicação à imprensa, os pesquisadores explicaram também que pessoas dos grupos sanguíneos A, B e AB tendem a ter índices mais elevados de colesterol e de resposta inflamatória.

A ideia agora é estudar cada tipo de sangue isoladamente para conseguir determinar qual é a relação de cada um deles com riscos maiores de ter um ataque cardíaco. Até lá, nos resta manter os cuidados com a saúde, comer bem, praticar atividades físicas, evitar comportamentos de risco, diminuir o consumo alcoólico e, claro, buscar ajuda médica se algo parecer que não está certo.

COMPARTILHAR