SAIBA O QUE ACONTECE QUANDO UMA PESSOA MORRE NO ESPAÇO

64

Embora a ideia de humanos viajando pelo espaço não seja nova e até mesmo já tenha sido colocada em prática, é maluco pensar em como isso realmente é possível. Uma viagem dessas pode levar anos para ser concluída e é normal que tenhamos algumas dúvidas em relação ao processo. Por exemplo, como as pessoas conseguem viver tanto tempo ali, isoladas? Como elas se distraem? Como vão ao banheiro? Como se alimentam? E o mais importante, o que acontece se algum astronauta morrer?

E aí, já parou pra pensar nisso? Não deve ser tão difícil morrer durante uma missão no espaço, levando em consideração as condições brutais existentes lá fora. Apesar disso, apenas 18 astronautas perderam a vida durante um voo espacial, sendo que 14 deles eram da NASA. É claro que não podemos desconsiderar as vidas perdidas, mas o número não é muito alto quando contamos com as diversas incógnitas que regem a exploração espacial.

Infelizmente, não houve sobrevivente em nenhum desses casos mortais. Mas o que aconteceria se tivesse?

Mortes no espaço

Por incrível que pareça, a NASA não possui nenhum protocolo oficial que diga o que fazer com um cadáver no espaço. De acordo com Terry Virts, astronauta da ISS: “Fiz um pouco de treinamento médico para salvar as pessoas, mas não para lidar com isso. Nos meus 16 anos como astronauta, não me lembro de conversar com outro astronauta sobre a possibilidade de morrer“.

Segundo o que a própria NASA diz: “A NASA não prepara planos de contingência para todos os riscos remotos. A resposta para qualquer situação não planejada em órbita será determinada em tempo real, processo entre a Diretoria de Operações de Voo, a Diretoria de Saúde Humana e Desempenho, a liderança da NASA e nossos Parceiros Internacionais“. De fato, seria complicado para astronautas sobreviventes lidarem com a morte de um colega em pleno espaço.

No entanto, como novas missões tripuladas já estão planejadas para Marte, a NASA vem sendo cobrada a assumir uma posição ética em relação ao assunto, que apesar de tão delicado, é também muito necessário. Considerando que uma viagem até o planeta vermelho dure em média 3 anos, é muito tempo para que algo dê errado com algum dos astronautas. Existem algumas sugestões do que fazer que, na verdade, poderiam dar bastante errado.

Por exemplo, manter o corpo em um canto até que ele possa voltar para a Terra não seria muito viável. Isso porque o cheiro seria insuportável, sem contar os riscos biológicos. Jogar o cadáver no espaço também não seria possível. Isso porque a ONU proíbe lixo espacial. Dessa forma, o corpo poderia entrar na rota de alguma espaçonave, prejudicando missões futuras, ou poderia ainda provocar contaminação espacial.

Projeto Body Back

Mas e então, qual a solução mais viável? A NASA já possui um plano em parceria com uma empresa sueca chamada Promession, e pode ser algo bem eficaz. Chamado de Body Back, tudo consiste em isolar o corpo durante 24 horas, afim de evitar contaminações. Em seguida, a ideia é envolvê-lo em um saco especial que seria inflado, tornando-se uma espécie de caixão.

Dessa forma, o cadáver seria enviado para a eclusa de ar, onde simplesmente congelaria por completo. Posteriormente, um braço robótico transformaria o corpo em pó, fazendo com que ele perdesse alguns quilos. O último passo então, seria colocar os restos mortais em uma urna, que poderia ser entregue à família do astronauta aqui na Terra, quando a nave retornasse.

Apesar de haver a possibilidade do projeto ser adotado, ainda não há nada certo. “Foi tarefa da NASA apresentar sugestões e eles nunca foram tão a fundo nos detalhes. Se, e quando se tornar realidade, teremos que entrar em detalhes com uma equipe de engenheiros. Haverá uma série de desafios para resolver, tenho certeza“, disse Susanne Wiigh-Mäsak, fundadora da Promession.

E então pessoal, o que vocês acham? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Via   Curiosity  Fatos Desconhecidos
COMPARTILHAR