RESTOS DE CACHORRO DE 2 METROS FORAM ENCONTRADOS

52

O mundo antigo esconde diversos segredos que são descobertos dia após dia. O trabalho dos arqueólogos e cientistas é encontrar vestígios do passado. Sejam esses objetos ou restos de seres vivos, estudar para entender melhor a vida dos nossos antepassados é a intenção de muitos profissionais. Os fósseis de animais revelam muito sobre o que os levou a serem extintos, como e onde viveram. Uma nova descoberta publicada recentemente chocou o mundo. Os restos mortais de um cachorro medindo dois metros de altura foram descobertos em Suffok, na Inglaterra.

O achado deixou os cientistas assustados e reacendeu relatos antigos sobre um ser canino lendário assustador. Segundo estudos e cálculos dos cientistas, o enorme cão deveria ter mais de dois metros de altura. A descoberta do que sobrou do animal foi feita em 2014 e foi reportada pelo jornal inglês East Anglian Daily Times. O mais assustador é que ele consegue ser mais alto do que Zeus, o maior cão do mundo ainda vivo, que mede 1,19 metros.

Cientistas temem ser uma prova de uma lenda antiga, que afirmava a presença de cachorros gigantes em várias ilhas britânicas. Segundo as histórias, os animais eram negros e costumavam atacar agricultores e deixar marcas de suas garras em portas de casas quando tentavam abri-las. Há um registro antigo e famoso sobre esse cão no livro “Uma Estranha e Terrível Maravilha”, escrito por Abraham Fleming. Ele narra a entrada de um cão na igreja onde ele ministrava uma celebração e que ele havia matado duas pessoas com apenas uma patada.

Desde então, essa lenda ganhou força e tornou-se o motivo do medo dos arqueólogos que fizeram essa descoberta. Para tornar tudo isso ainda mais intrigante, o corpo do cão foi enterrado na região da Abadia de Leiston, local considerado sagrado para os antigos camponeses locais. Hoje os cientistas relacionam a existência do animal com a dos gigantes antigos, visto que, por falta de evidências, diversos esqueletos de até 7 metros de altura foram desconsiderados e perdidos.

Galeria

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta com a gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Via   R7
COMPARTILHAR