Qual é o seu estilo de pornô?

457

0,,42993979,00O mundo do pornô pode parecer pouco acessível a princípio. As milhares de opções disponíveis podem confundir mais do que ajudar e, além disso, é necessário também romper com os próprios preconceitos.

“Ainda são muitas as mulheres que não se sentem confortáveis em admitir que se interessam por filmes adultos”, explica a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello. Segundo a especialista, no entanto, este cenário está mudando. “As mulheres estão mais liberadas sexualmente e buscam alternativas para explorar sua sexualidade. A pornografia é uma delas.”

Segundo Clayton Nunes, CEO da Brasileirinhas, maior produtora nacional de filmes pornôs, as mulheres formam mercado consumidor extremamente importante. “Hoje, procuramos atrair público de ambos os gêneros. A quantidade de mulheres que acessam nossos sites é enorme”, revela.

De acordo com Nunes, cerca de 36% dos acessos ao brasileirinhas.com.br é feito por mulheres. O número é ainda maior no A Casa das Brasileirinhas, espécie de reality show picante da produtora. “Percebemos que o público feminino, em geral, gosta bastante desse aspecto voyeur, de conhecer as atrizes, de acompanhar uma história.”

Para Carla, este é um aspecto que envolve tanto as relações sexuais, quanto as principais fantasias femininas. “A mulher não gosta do filme que vai direto ao ponto, do mesmo jeito que não gosta quando o homem não passa pelas preliminares antes de chegar à penetração”, diz. “O erotismo é muito importante para criar o clima perfeito para a excitação sexual”, acrescenta.

Animou? Confira, então, um guia para não se perder no universo dos filmes pornôs e explorar essa fantasia sem culpa.

Um estilo de pornô para cada tipo de mulher

Softporn: Filmes que não mostram cenas de sexo explícito. O erotismo é valorizado em detrimento da realidade. Os órgão sexuais não ficam expostos e nem sempre os atores engajam em uma relação sexual para as filmagens.

Perfeito para os não iniciados, o softporn também apela a pessoas mais sensíveis. “Eu diria que este tipo de filme é para mulheres românticas, que têm grandes expectativas em relação a uma vida a dois completa”, opina Carla Cecarello.

Hardcore: O extremo oposto do soft,  estes filmes são bastante explícitos. É possível ver, muitas vezes em close, o ato sexual sem censura.

Voltado para quem gosta de se sentir bem próximo à cena, o pornô hardcore geralmente agrada a mulheres mais soltas na cama. “É para uma mulher liberta sexualmente, que não se impõe limites”, diz a sexóloga.

Amador: Vídeos feitos por pessoas que não são profissionais. Muitas vezes, esse tipo de vídeo se espalha pela internet sem o consentimento dos participantes.

Esta categoria é para quem vê um pouco de falsidade no pornô tradicional e tem a fantasia de ver sem ser visto. “É uma fantasia realmente de se excitar vendo a intimidade dos outros”, explica Carla.

Story Porn: Filmes que contam com uma história permeando as cenas de sexo. A ideia é que cada cena faça sentido dentro de um enredo maior.

Este é para quem gosta de se envolver com os personagens, quem quer se deixar levar pela fantasia. “Esta mulher é aquela que faz questão que as coisas tenham um começo, meio e fim”, explica a sexóloga.

Fetiches: Categoria ampla que abrange os mais variados tipos de fantasias sexuais, do mais popular ao mais específico.

“Essa mulher provavelmente já tem um fetiche e quer explorá-lo mais”, comenta Carla Cecarello.

Onde encontrar 

O acesso ao pornô nunca foi tão fácil. Além de serviços pagos, como é o caso do Brasileirinhas, há dezenas de sites que disponibilizam conteúdo grátis. De acordo com ranking do alexa.com, serviço da Amazon que mede a popularidade de diversos sites, os mais populares do mundo são:

1º – xVideos 

2º – xHamster (tem versão em português)

3º – PornHub (tem versão em português)

4º – XNXX 

5º – RedTube 

Como eles funcionam

A navegação dos sites é bastante intuitiva. Todos contam com um espaço para busca orgânica, no qual é necessário apenas digitar o termo desejado. Uma série de vídeos relacionados ao que foi buscado aparecerá na tela.

Outra possibilidade é conferir as categorias disponíveis, até encontrar algo de interesse. Os sites reúnem os vídeos mais acessados de forma a facilitar o acesso. Por Rafael Bergamaschi/iG
…………………………………
Veja Também:
…………………………………

…………………………………

VEJA TAMBÉM

COMPARTILHAR