Policial suspeito de atirar em dançarina no RN se entrega e é liberado

297

diana_1Um policial militar suspeito de ter atirado na dançarina Diana Tavares, de 23 anos, se apresentou nesta segunda-feira (29) na Delegacia de Polícia Civil de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. O suspeito é ex-namorado da vítima, que também trabalha como assistente de palco em um programa de televisão de Natal. A arma do PM também foi apreendida e será levada para perícia no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep). A jovem foi baleada na perna no dia 20 de setembro ao sair de uma academia de musculação em São Gonçalo do Amarante.

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (29), o delegado Márcio Delgado explicou que o PM foi autuado por tentativa de homicídio e liberado para responder pelo crime em liberdade. “As testemunhas identificaram o PM e o próprio policial procurou a família da vítima para pedir desculpas por ter atirado”, afirma.

O delegado acrescenta que o crime foi motivado por ciúmes. De acordo com as testemunhas ouvidas pela Polícia Civil, o policial contou que viu a dançarina dentro de um carro com outro homem na saída da academia de musculação. “Apesar de ter relatado o crime para a família da vítima, ele se resguardou ao direito de permanecer calado e só falar diante de um juiz”, diz. O PM está lotado atualmente no 3º Batalhão da Polícia Militar, em Parnamirim, na Grande Natal.

A dançarina usou uma rede social na madrugada deste sábado (27) para relatar como está se sentindo após ter sido vítima de um atentado que quase lhe custou a perna direita. A jovem permanece internada na enfermaria do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, onde se recupera do tiro que levou. No Facebook, ela escreveu: “Achei que tinha sido um sonho”.

Diana relata que, ao acordar no hospital, ficou assustada. “Saí arrancando tudo, gritando sem sentir minha perna, desesperada. Tiveram que me sedar porque não conseguiam me controlar. Quando acordei mais calma, fiquei sabendo que minha perna talvez seria amputada, e isso pra mim foi desesperador. Mas o médico falou: tenha fé e ore que tudo vai da certo”, diz.

A postagem, segundo ela, foi a primeira depois do acontecido. “É só um resumo de tudo que estou passando. Toda dor que estou sentindo, cada injeção na barriga que estou tomando, tudo isso só serve para agradecer e louvar muito ao senhor pela segunda chance de poder estar aqui contando minha história”.

Por fim, a dançarina diz que aos poucos está sentindo os movimentos da perna, assim como alegria também. “O sorriso está voltando ao meu rosto! Jesus Cristo e Deus pai todo poderoso estão me preparando para obras futuras”, finaliza.

VEJA TAMBÉM

COMPARTILHAR