Maria Cândida detona escolha da funkeira Anitta para representar o Brasil

102

anitta-grammylatinoEm um desabafo feito em seu perfil no Facebook, a jornalista criticou o fato de a cantora Anitta ter sido escolhida para representar o Brasil e a música brasileira no Grammy Latino, que aconteceu na noite desta quinta-feira (20).

“Eu já apresentei, pelo menos, três Grammy’s Latinos e uns dois Americanos, e ao ler a notícia que a Anitta representará o Brasil no palco do prêmio, fiquei muito triste. Um país com tanta diversidade, cultura musical, que tem Gil, Caetano, Chico, Carlinhos Brown, Milton Nascimento, Legião Urbana, Tom Jobim (in memorium) e tantos outros tão bons, sobrou a Anitta, gente? Que inversão de valores musicais é essa? Nada pessoal, porque quem sou eu para falar mal de alguém e nem quero mesmo, mas pelo amor de Deus, né! Eu realmente fico triste de ver um país instigante musicalmente como o nosso, que tem artistas tão talentosos, escolher a Anitta como representante. Ou, sei lá, até o Grammy escolhê-la… Não sei de quem partiu a decisão! Como sou da época que funk era e éee Jacksons 5 e semelhantes, não consigo aguentar tanta coisa ruim. Se as pessoas gostam, aí, já é problema delas… mas eu nunca me renderei a péssima qualidade disso”, afirmou Maria, que atualmente está fora da televisão, tendo participado neste ano do reality “Aprendiz Celebridades”, da Record.

A cantora Anitta foi a única brasileira a se apresentar na cerimônia do Grammy Latino, que ocorreu em Las Vegas, Estados Unidos.

Apesar de não levar nenhum dos prêmios que estava concorrendo, ela apresentou oito categorias, entre elas a que escolheu Ivete Sangalo como melhor álbum de pop contemporâneo. (Na Telinha)

VEJA TAMBÉM

COMPARTILHAR