“Império”: Após ler carta reveladora, Cristina procura José Alfredo

89

cristinaejosdeimprioCora (Drica Moraes) escreve uma carta reveladora sobre a paternidade de Cristina (Leandra Leal). A jovem fica desconfiada de que seu pai possa ser o milionário José Alfredo (Alexandre Nero).

Esta cena está prevista para ir ao ar no capítulo de segunda-feira (28) da novela “Império“.

Após o velório de Eliane (Mallu Gali), já no capítulo de terça (29), a vilã pressiona a sobrinha: “Você saiu do velório correndo pra se trocar, voltou com a mesma roupa… Confessa que veio em casa pra ler a carta de sua mãe… não foi?”. “Tia… A senhora já tava aqui naquela época. E se aquilo aconteceu, então acompanhou tudo. Então me diz: é verdade mesmo o que minha mãe escreveu? Que aquele homem… irmão do meu pai…”, responde a garota.

Veja diálogo:

Cora – O milionário.

Cristina – Ele é o meu pai de verdade?

Cora – É.

Cristina fica calada por alguns instantes, absorvendo o impacto da confirmação.

Cora – E na qualidade de filha dele, você tem direito a uma parte da fortuna que ele amealhou… Milhões e milhões e milhões!

Cristina – Não é nisso que estou pensando!

Cora – Não está pensando, mas devia.

Cristina – Tia, por favor! Não me deixa pior! Acabei de saber que minha vida não é nada do que eu pensava, que eu posso ter outro pai, que era o meu tio… Sem falar na morte da minha mãe, que me deixou sem chão… Fiquei toda enrolada! Como vou pensar em fortuna numa hora dessas? Que interesse eu teria no dinheiro de alguém que nem conheço?!

Cora – Você me entendeu mal… Não é pelo dinheiro que estou falando, mas porque você precisa dele pra reconstruir o box no camelódromo… E pra resolver o problema do seu irmão.

A filha de Eliane acaba cedendo à pressão da tia e vai atrás de José Alfredo.

No dia seguinte, Cristina se dirige a sede da Império das Joias. Ao ver o empresário sozinho e distraído, ela se aproxima até parar atrás dele. Alfredo se vira lentamente e eles se encaram.

Até que ele quebra o silêncio e pergunta: “Você quer falar comigo?”.

Cristina o encara, sem saber ao certo o que dizer, tenta esconder o nervosismo e a emoção de estar diante do pai. José Alfredo fala: “Eu te conheço? Você é minha funcionária?”. E ela responde: “Não… Nós nunca nos vimos antes. É que…”. Cristina não consegue falar a verdade e mente, dizendo que estava apenas esperando um táxi.

O empresário diz que também estava e quando o táxi chega, ele cede a vez. Ela não aceita a oferta: “Não, obrigada, este aí é seu, o senhor que chamou”. Ele entra e parte.

Sozinha, Cristina fica angustiada e diz para si mesma: “É ele… José Alfredo… meu pai!”.

VEJA TAMBÉM

COMPARTILHAR