Homem morre após ser atacado por enxame de abelhas em Minas

145

montagemabelhasUm homem de 42 anos morreu após ser atacado por um enxame de abelhas enquanto praticava escalada na Pedra do Pântano, na zona rural de Andradas (MG), nesta quarta-feira (19). Segundo o Corpo de Bombeiros de Poços de Caldas (MG), Davi Augusto Marski Filho estava acompanhado por um amigo, de 58 anos, que mesmo após ser atacado, conseguiu percorrer dois quilômetros de mata fechada até chegar à estrada e pedir ajuda.

De acordo com os bombeiros, quando Marski foi encontrado, já estava morto. A escuridão e o acesso complicado dificultaram os trabalhos dos bombeiros, que precisaram usar técnicas de escalada para chegar ao local. O corpo estava pendurado a uma altura de cerca de 12 metros e tinha uma fratura no crânio, além de mais de cem picadas de abelhas pelo corpo. Os militares acreditam que ele tenha caído de uma altura de cerca de oito metros e batido a cabeça ao tentar fugir do ataque dos insetos. Na mochila dele, foi encontrado um antialérgico injetável.

Em uma rede social, Marski revela a paixão pela aventura. Na terça-feira (18), ele publicou uma foto dos equipamentos e comentou que no dia seguinte, bem cedo, partiria para Andradas.

O corpo dele foi removido e levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Poços de Caldas, onde a necropsia constatou que ele morreu em decorrência de choque anafilático e asfixia provocados pelo veneno das abelhas.
Já o amigo da vítima foi socorrido para o pronto-socorro de Andradas e em seguida encaminhado para a Santa Casa de Poços de Caldas. Segundo informações da assistência social do hospital, ele permanece internado em observação, mas sem risco de morte. Os dois são de Hortolândia (SP). (G1)

VEJA TAMBÉM

COMPARTILHAR