Greg Lake, do Emerson, Lake and Palmer e King Crimson, morre aos 69 anos

226

greg-lake-of-emerson-lake-and-palmer
Greg Lake, um dos maiores nomes do rock progressivo, teve sua morte confirmada hoje por seu empresário. O baixista e vocalista tinha 69 anos e morreu ontem vitimado por um câncer não especificado.

No Facebook, Stewart Young escreveu que “ontem dia 7 de dezembro, eu perdi meu melhor amigo para um uma longa e teimosa batalha com o câncer. Greg Lake para sempre estará em meu coração como sempre esteve.”

Lake despontou no cenário do rock britânico como baixista e vocalista do King Crimson. Ele fez parte da banda de Robert Fripp, em seus dois primeiros álbuns, incluindo o clássico “in The Court Of The Crimson King” de 1969.

A fama definitiva veio com o Emerson Lake and Palmer, uma das bandas mais populares da primeira metade dos anos 70.

No trio, conhecido por seu som intrincado técnico e explosivo, Lake geralmente era o responsável pelas canções mais simples e diretas do repertório. “Lucky Man”, “from the begining” e “Still… You Turn Me On” foram todas compostas por ele e faziam um contraponto ao lado mais experimental do grupo – que incluía adaptações de peças da música erudita ou grandes suítes que podiam tomar até todo um lado de um disco.

Greg Lake letrasLake também gravou, e compôs ao lado do letrista Peter Sinfield, uma das mais duradouras canções natalinas das últimas décadas: “I Believe in Father Christmas” que chegou ao segundo lugar na parada britânica em 1975 e foi regravada várias vezes nas décadas seguintes.

O ELP chegou ao fim em 1978. Lake gravou dois discos solo e depois se voltaria a trabalhar com o tecladista Keith Emerson no Emerson Lake and Powell. O trio original, que era completado pelo baterista Carl Palmer, voltou à ativa nos anos 90.

Eles gravaram mais dois álbuns de estúdio e fizeram várias turnês mundiais, passando também pelo Brasil. Lake morre apenas nove meses depois de Emerson, que se matou em 11 de março aos 71 anos.

COMPARTILHAR