ESSAS SÃO AS MELHORES CIDADES PARA SE VIVER EM 2018 E DUAS BRASILEIRAS ESTÃO NA LISTA

31

Segundo um ranking, elaborado pela unidade de inteligência da revista The Economist (UIE), a melhor cidade para se viver do mundo é Viena, na Áustria. No total, 140 cidades foram elencadas seguindo cerca de 30 fatores cruciais para poderem ser classificadas. O Rio de Janeiro e São Paulo, assim como no ano passado, também entraram na lista em 2018.

Os critérios usados pelas pessoas que classificaram as cidades variavam entre estabilidade política e social, criminalidade, educação, infraestrutura e saúde. Ambas as cidades brasileiras ranqueadas obtiveram uma significativa mudança de posição, com o Rio saindo de 90º lugar e indo para 88º e São Paulo saindo da 94ª posição para a 93ª colocação.

Fatores e melhorias

Melhoria em fatores como o de “estabilidade”, onde são analisados os índices de crimes violentos, conflitos militares e ameaças de terror, foram as causas para o avanço das cidades brasileiras no ranking. Muitas outras cidades mundo afora também melhoram no quesito. Segundo afirmou o estudo, “após anos de instabilidade, houve o retorno de uma relativa estabilidade global”.

No entanto, as notas para as cidades brasileiras nos critérios ligados à saúde, cultura, educação e infraestrutura permaneceram as mesmas. Damasco, capital da Síria, foi posicionada em último lugar da lista. Isso devido as consequências causadas pela guerra civil no país. Uma lista com as 10 piores cidades também foi elaborada pela revista, usando fatores como terrorismo, guerra e distúrbios civis.

Melbourne, na Austrália, por longos setes anos esteve no topo do ranking, sendo desbancada, pela primeira vez, por uma cidade europeia. De acordo com os responsáveis pelo ranking, as cidades que estão entre as melhores posições tendem a ser cidades de tamanho médico em países ricos.

Essas cidades também costumam ter menor densidade populacional, “o que permite mais atividades recreativas sem levar a níveis altos de crime e sem sobrecarregar a infraestrutura”.

Manchester, localizada no Reino Unido, foi a que mais avançou entre as cidades europeias, dando um salto de cerca de 16 posições, sendo considerada atualmente a 35ª melhor cidade para se viver. Já Londres foi classificada em 48º lugar. Segundo Roxana Slavcheva, a segurança melhorou em diversas cidades na Europa, e como ela pontuou, o primeiro lugar ter sido conquistado por Viena evidencia tal fato.

As melhores cidades para se viver em 2018

1. Viena, Áustria

2. Melbourne, Austrália

3. Osaka, Japão

4. Calgary, Canadá

5. Sydney, Austrália

6. Vancouver, Canadá

7. Tóquio, Japão

8. Toronto, Canadá

9. Copenhague, Dinamarca

10. Adelaide, Austrália

As piores cidades para se viver em 2018

1. Damasco, Síria

2. Daca, Bangladesh

3. Lagos, Nigéria

4. Karachi, Paquistão

5. Porto Moresby, Papua-Nova Guiné

6. Harare, Zimbábue

7. Trípoli, Líbia

8. Duala, Camarões

9. Argel, Argélia

10. Dakar, Senegal

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos

COMPARTILHAR