Empresário de Justin Bieber temia que cantor pudesse morrer por uma overdose

33

O empresário de Justin Bieber, Scooter Braun, deu uma entrevista no podcast The Red Pill, do jornalista Van Lathan. Entre os assuntos debatidos no programa, Justin Bieber foi um dos temas.

Braun deu uma declaração forte ao relembrar momentos em que o canadense teve problemas pessoais, envolvendo o uso de drogas. “Tinha uma época que eu ia dormir de noite, quase todas as noites, quando ele tinha o dinheiro para voar para longe de mim (risos)… e eu estava preocupada toda a noite que fosse perdê-lo”.

Neste período, o empresário insistiu com Justin que aquele deveria ser o momento em que ele não deveria mais trabalhar e focar em sua recuperação. “Ele gritava e berrava para mim que queria lançar músicas, queria trabalhar. Mas eu achava que se ele fizesse isso, ele morreria”.

Braun queria que Justin ficasse saudável e longe das drogas. “Eu achava que ele iria dormir em alguma noite, com tanta porcaria em seu corpo e que não acordaria na manhã seguinte”.

Sem especificar quando isso aconteceu, o empresário ainda contou que ficava monitorando o cantor à distância e até pegaria o voo seguinte ao de Justin, quando não estavam juntos, para ficar próximo a ele. “Muitas vezes as pessoas me dão crédito por ele ter mudado. Ou às pessoas da minha equipe. E não acho que nenhum de nós merece o crédito. Eu penso que ele fez uma escolha consciente por ele mesmo para mudar”.

Atualmente, Justin está de “férias” de sua carreira musical e sem planos de lançar novas músicas ou de fazer shows. O cantor anunciou seu noivado com a modelo Hailey Baldwin, em julho deste ano, e o casal já planeja realizar seu casamento em breve.

VAGALUME

COMPARTILHAR