Como seria se todo o gelo da Terra derretesse

100

Desde que o mundo começou os seres humanos tentam imaginar como ele vai acabar. Vários filmes já foram feitos com n cenários para o apocalipse final. As ideias vão desde grandes erosões, passando por invasão alienígena e até uma inundação em massa. Talvez algumas delas podem não ser muito reais, mas e se realmente todo o gelo da Terra derretesse o que aconteceria?

Essa pergunta tem sido feita já que realmente o gelo dos polos está derretendo. Será que você acordaria embaixo d’água? Ou seu país inteiro estaria submerso? Se realmente chegasse um ponto em que todo o gelo da Terra derretesse, com certeza os efeitos seriam de uma devastação global. As costas sumiriam e a água gelada se espalharia pelo interior dos continentes. Cidades americanas como Miami e Nova Orleans estariam de baixo d’água.

Outras cidades importantes também seriam meras lembranças. Paraguai e Buenos Aires seriam totalmente azuis e Londres apenas uma memória na cabeça de quem sobrasse na Terra. Até a descolada Amsterdã iria ser submersa.

O gelo do nosso planeta está derretendo, isso é um fato que a ciência já mostrou. Por mais hipotético que seja o cenário do derretimento total do gelo da Terra, a temperatura do nosso planeta continua subindo o que não ajuda muito na situação. Se continuarmos assim, essa hipótese de derretimento de todo o gelo se tornará real em 5 mil anos.

Consequências

Se todo o gelo derretesse da noite para o dia, os sete continentes ficariam parcialmente embaixo d’água. A costa da Austrália seria submersa levando junto 80% dos seus habitantes. O mesmo cenário aconteceria em Veneza e na Holanda.

Como o apocalíptico filme 2012 mostra, realmente o continente africano seria o menos devastado por esse derretimento. Mas as ondas de calor seriam tão grandes que o continente ficaria praticamente inabitável.

E ao contrário do que mostram os filmes, não seria uma inundação total dizimando tudo e todos. Algumas partes do planeta não seriam submersas, mas as pessoas que estivessem nessas partes teriam muito com o que se adaptar. O gelo liberaria dióxido de carbono no ar, e a quantidade de oxigênio continuaria a mesma, o que faria com que as pessoas engasgassem no simples ato de respirar.

Mudanças

E não somente os humanos sentiriam essa mudança. Com as alterações nas correntes marítimas, a vida marinha também sofreria alterações. Isso faria com que vários animais específicos dos polos entrassem em extinção. Os que conseguissem sobreviver teriam que encontrar um outro lugar para viver.

As mudanças oceânicas também afetariam o clima. Os desertos seriam áreas chuvosas e onde a chuva fosse abundante teriam-se regiões secas. Essas mudanças afetariam diretamente a agricultura e causariam a fome mundial. Além disso, os ventos também sofreriam alterações.

Fim

Uma função importante do gelo é refletir os raios solares, e sem ele o sol atrairia mais umidade dos oceanos, formando mais nuvens no céu e consequentemente, chuvas. Elas cairiam sobre as regiões montanhosas que logo se inundariam.

Com várias áreas submersas, os tremores de terra, por menores que fossem, causariam grandes tsunamis que deixariam embaixo d´água as regiões que ainda não estivessem. Ou seja, o mundo todo entraria em colapso mesmo não estando todo submerso.

Fatos Descoecidos

COMPARTILHAR