Como se defender do ataque de um cachorro bravo?

559

9100242837154145-600x399
Já esteve por aí na rua e, de repente, apareceu alguém andando com um cachorro feroz (ou nem tanto) na calçada? Várias vezes, né. Quando se está andando pelas calçadas de parques e pistas de corrida, você nunca está livre de sofrer um ataque de um cachorro.

Ser atacado por um cachorro é uma situação mais comum do que parece, apesar de quase todo mundo achar que nunca vai acontecer com você, a verdade é que existe uma grande chance de que aconteça um dia. Um bom exemplo disso são os carteiros e os motoqueiros, esses são os que mais são atacados pelas ferinhas, apesar de parecer engraçado essas situações são extremamente perigosas, afinal, os cachorros são os melhores amigos do HOMEM e não dos HOMENS em geral, eles são extremamente fieis e dispostos a defender o território dos seus donos custe o que custar.

Então é sobre isso que vamos falar hoje. E se um belo dia você está a caminhar na rua e for atacado por mordida ou mesmo um caloroso “abraço” desses bichos? O que fazer para se defender de um ataque de cachorro? Calma, não fique com medo. Nós vamos te ajudar. Se liga aí nas dicas para você se prevenir e aprender como agir nesses casos:

1 – Como agir em caso de ataque de cachorro?

Primeiro que quando se é atacado por cachorro, seja na rua ou em qualquer lugar, você precisa manter a calma e não realizar nenhum tipo de revidação ou contra golpe no bichinho. A indicação de especialistas e veterinários é você tentar escapar. Mas claro, só faça isso se caso você tiver uma rota de fuga próxima e visível, pois os cães são rápidos e vão te alcançar mais depressa do que você imagina. A dica é procurar portas abertas ou locais visíveis que possuam estrutura para se esconder.

2 – O que fazer caso não tenha lugar para fugir?

Mesmo você mantendo a calma, tentando correr de forma pacífica e cautelosa, caso não tenha como escapar, não corra e evite AO MÁXIMO fazer qualquer tipo de movimento brusco tanto de fuga quanto algum outro que faça menção à algum tipo de ataque ao cachorro. Essa ação vai impedir que você leve algum tipo de tombo e impeça que o animal dê voltas ao redor do seu corpo. Por instinto animal, os cães, quando atacam, procuram circular em volta da vítima no intuito proposital de morder por trás dela. Se caso você correr, procure proteger sua cabeça e seu pescoço.

3 – O que fazer se a pessoa estiver portando algum objeto ou mochila?

Caso você esteja com algum objeto nas mãos, uma mochila, uma pasta, um embrulho de compras, por exemplo, procure
colocar na sua frente para que este item seja a primeira opção de mordida do animal. Se caso houver uma primeira opção para mordida, o
cão não morderá seus braços ou pernas. Assim que ele avançar no objeto, faça pequenos movimentos para manter a atenção do bicho e atente-se para ele não soltar o que estiver mordendo e partir para cima de você.

4 – Tá, fui mordido, e agora?

Mesmo tentando manter a calma, buscar uma rota de fuga, colocar um objeto que estiver segurando na frente e ainda mesmo assim você for mordido, não faça qualquer movimento e tente não entrar em pânico. Busque não retirar o membro atingido pela mordida de dentro da boca do animal. O cachorro vai acabar soltando sem que o tecido seja dilacerado, é só ter paciência. A recomendação é você juntar os braços e tentar proteger o pescoço e também tampar o rosto com as mãos. Se caso uma mordida atinja uma veia do pescoço, por exemplo, os casos de chance de voltar a viver são bem baixos. Tome cuidado

COMPARTILHAR