Clima tenso: Aliados de Bolsonaro fazem “barraco” em grupo de WhatsApp

10

Um bate-boca em um grupo de WhatsApp batizado de “Bancada PSL 2019”, revelado pelo O Globo nesta sexta-feira (7), expõe disputas de poder entre os atuais congressistas do partido do presidente eleito, Jair Bolsonaro, com futuros parlamentares da legenda.

A confusão começou com deputada eleita Joice Hasselmann (PSL-SP), que acusa o partido de ter articulação política “abaixo da linha da miséria”.

Foto: Agência Brasil

Ela se coloca na posição de quem está fazendo o trabalho para melhorar o diálogo com os políticos no parlamento. A declaração provocou reação de outros integrantes, como o deputado federal e senador eleito, Major Olímpio (SP).

Joice alfinetou Olímpio: “Interessante saber que o senhor está articulando à revelia da bancada e do presidente do partido. Sugiro conversar com a bancada e com presidente da sigla. Boa noite”.

Olímpio respondeu: “De jeito nenhum. O presidente que chamou a mim e ao Waldir em agenda oficial. Nada escondido, em perfeita sintonia com o presidente Bivar, que hoje me designou para representá-lo e ao PSL no Congresso Nacional de Câmaras Municipais. Não estou me metendo nas articulações da Câmara e sim apoiando o LÍDER EDUARDO E VICE LÍDER WALDIR PORQUE ME ELEGI SENADOR E É LÁ QUE TENHO QUE ARTICULAR. Eu respeito hierarquia e respeito meus colegas parlamentares. Eu PERCO TEMPO COM QUEM NÃO É LÍDER. Boa noite”, escreveu Olímpio.

Joice voltou-se contra aliados de Olímpio, ao dizer que ele só tem uma “patota” e que “é tarde” para fazer a articulação: “Acho que a bancada não tem sido muito ouvida pelo senhor, major. Agora é meio tarde para pedir. Uma pequena patota não é a bancada. Ainda dá tempo de consertar. Boa noite”.

Olímpio respondeu novamente: “Não serei eu que terá que rever seus conceitos e consertar. Não estou pedindo nada. Não tenho patota. O tempo mostrará muito rápido quem é quem”.

Repercussão – Depois da publicação da matéria n’O Globo, um dos filhos do presidente eleito, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), também fez críticas a Joice no mesmo grupo.

“Joice, a sua fama já não é das melhores. A continuar assim, vai chegar com fama ainda maior de louca no Congresso”, escreveu.

“Eduardo, não admito nem te dou liberdade para falar assim comigo, ou escrever algo nesse tom. Não te dei liberdade pessoal nenhuma, portanto, ponha-se no seu lugar”, disse a deputada eleita.

COMPARTILHAR