Acredite: O ponto G masculino existe, mas muitos homens vão preferir ignorá-lo

3726

28161157409626-t512x480Muito se discute sobre qual lugar do corpo das mulheres é considerado o ponto G, ou seja, aquele de maior prazer sexual. Na prática, durante o ato sexual, muitas delas têm dificuldades para atingir o orgasmo: seja por timidez, repressão, falta de habilidade do parceiro ou simplesmente por não saber que isso é possível.

Para os homens, parece ser mais fácil: afinal, anos de experiência em masturbação fazem com que a maioria deles conheça melhor o seu próprio corpo e saiba quando o orgasmo é atingido. Para eles, a ejaculação é o ponto máximo do sexo, coisa que não acontece com as mulheres.

Mas será que os homens realmente conhecem tão bem assim o próprio corpo? Será que eles sabem que existe um ponto G masculino? A maioria acredita que apenas o seu pênis é uma zona erógena, mas existe um lugar que se for estimulado pode proporcionar um prazer inigualável.

Flickr_2910025091_480x320E onde fica esse lugar mágico?

Na próstata! É isso mesmo, caro colega macho alfa, a próstata tem sido apontada como uma das maiores zonas de prazer do corpo masculino. Claro que colocar isso dentro do pensamento heteronormativo da maioria dos homens será bastante complicado, afinal, para chegar até lá, é preciso um estímulo pelo interior do ânus.

No entanto, algumas empresas acreditam nesse nicho e estão desenvolvendo vibradores masculinos que massageiam essa glândula, prometendo um orgasmo inigualável. “A massagem da próstata está muito mais em voga”, diz Jes Tom, do sex shop The Pleasure Chest. Ele explica que isso está crescendo principalmente entre os heterossexuais, que, por muito tempo, fugiam de qualquer estímulo desse tipo por acreditar que isso os “tornaria” gays – e não, não torna.

Tom também explica que muitos casais héteros estão descobrindo na massagem prostática uma nova forma de deixar suas vidas sexuais ainda mais saudáveis e prazerosas. Por isso, ele divulga o vibrador LELO LOKI como o novo brinquedinho sexual dessa galera mais desinibida e que está em busca de novidades na área sexual.


Uma breve introdução a essa área

Jes Tom chama essa zona erógena de ponto P – de próstata, é claro. A glândula pode ser estimulada até mesmo com um dedo curvado, já que ela está localizada exatamente “atrás” da base do pênis, a uma “profundidade” de 7 a 10 cm da entrada do ânus. Outra tática menos “invasiva” é a da massagem do períneo, ou seja, aquela região entre os testículos e o ânus.

Alguns especialistas até ensinam algumas táticas caso você esteja disposto a procurar essa forma de prazer. O ideal, no começo, é ficar deitado de barriga para cima e lubrificar bem a área. Também tente relaxar e não pensar nisso como um grande tabu. Lembre-se, é claro, de limpar bem os dedos ou o vibrador que você vai utilizar para isso. Os sexólogos explicam que o orgasmo prostático pode ser até um terço mais potente do que o peniano.

“Orgasmos que ocorrem em conjunto com a estimulação da próstata podem resultar em sensações mais intensas, mais generalizadas e mais duradouras”, escreve a sexóloga Martha Rosenthal no livro Human Sexuality.

Lembramos que vocês não precisam colocar esses ensinamentos em prática: o artigo serve para vocês tomarem conhecimento de que isso existe e tem despertado a curiosidade em muitos homens héteros. Por outro lado, se vocês compartilham dessa curiosidade, não deixem que tabus sociais os impeçam de descobrir novas formas de ter prazer.

COMPARTILHAR