7 MAIORES MITOS QUE VOCÊ ACREDITOU SOBRE A MITOLOGIA GREGA

55

Grécia foi uma sociedade antiga muito importante para a nossa história atual. Foi uma das sociedades mais fortes e bem sucedidas de antigamente. É também o berço de inúmeras coisas que fazem parte de nossa sociedade. Como por exemplo a filosofia, a dramaturgia e a ideia de democracia.

Essas são apenas algumas das funções de relevância que essa sociedade teve para nós. No entanto, apesar de tão relevante, não conhecemos a Grécia tão bem quanto imaginamos.

Confira agora alguns dos maiores mitos sobre a Grécia.

1 – Grécia Antiga como um local

Muitas vezes, as pessoas se referem à Grécia antiga como uma região em específico. No entanto, a Grécia antiga diz respeito a um período da História. A Grécia era dividida em inúmeras cidades-estados, também chamadas de pólis. Cada uma com seus hábitos, culturas e deuses. Então quando ouvir falar sobre “Grécia Antiga” não pense em um local e sim em uma época da História.

2 – Mitologia grega e mitologia romana são equivalentes

É fato que existe alguma similaridade entre a mitologia grega e a romana, mas elas não eram uma só coisa. No entanto, a religião romana era muito mais prática. As pessoas tinham que seguir um conjunto de regras dadas pelos deuses, para que as divindades os ajudassem. Já os gregos eram mais teatrais, podiam tomar forma humana e cada um explicava alguma verdade relacionada ao mundo ou a nossa existência.

3 – Semideus tem poderes

Não, os semideuses não nascem com super poderes. Eles nascem normais, um pouco mais fortes do que as pessoas comuns, mas nada realmente extraordinário. Os filhos dos deuses só adquiriam super poderes se alguém os desse e eram mortais, como qualquer outro humano.

4 – Caixa de Pandora

Exatamente, a caixa de Pandora não era exatamente uma caixa. Na verdade, a caixa era um jarro. O vaso foi dado como presente de casamento por Zeus, para o primeiro humano do mundo. Pois é, eu estou tão chocada quanto você, acredite.

5 – Hades, o satanás grego

Todos nós imaginamos que Hades é uma espécie de diabo deus grego. Mas não, não é bem assim. De fato, Hades era o deus dos mortos, mas não só isso. Ele também era o deus das riquezas ocultas da Terra, do solo e de todos os seus minérios. E não, não era como se fosse o demônio que nós estamos habituados.

6 – Todo deus grego tinha UMA profissão

Assim como acontece com Hades, que nós pensamos ser uma espécie de satã, acontece com todos os outros deuses da mitologia grega. Nós pensamos que todos eles têm apenas uma tarefa, uma espécie de profissão. No entanto, os deuses gregos eram muito mais multi-tarefas do que imaginamos. Poseidon, por exemplo, estavam sempre relacionado a terremotos e cavalos, mas também poderiam se ocupar do mar. Eles não eram responsáveis por uma função ou tarefa em específico, como muitos de nós pensamos.

7 – O cúpido era um bebê gordinho com asas e flechas

Nós estamos habituados com uma imagem fofa dos cúpidos. Majoritariamente, nós sempre ligamos a palavra a uma espécie de anjo bebê. Contudo, a versão grega é um tanto quanto bizarra. O cúpido grego era uma versão do deus do amor, Eros, que não passava de um homem adulto vendado. E suas flechas de ouro ou chumbo não causavam apenas paixão, como também poderiam causar a discórdia em quem fosse flechado. Não é tão fofo quanto imaginávamos, não é mesmo?

COMPARTILHAR