7 FATOS SELVAGENS SOBRE A INCRÍVEL FLORESTA AMAZÔNICA

327

Floresta Amazônica é um dos lugares mais bonitos do mundo, sendo reconhecido por todos, independente de sua nacionalidade. Mas, infelizmente, os próprios brasileiros não dão tanta relevância para ela. Muitos acreditam que o local não passa de uma grande floresta cheia de árvores, mas isso não é verdade. A complexidade existente por lá é tão grande que te deixaria abismado só de imaginar algumas das coisas à seu respeito.

Esses incríveis fatores sobre ela, dos quais trataremos a seguir, trazem para a região um enorme mérito global e um grande número de pesquisadores. Felizmente, essa floresta tão especial se encontra também no território brasileiro. O fato é que todo o imenso território que ela dispõem mantem segredos e mistérios incríveis que devem ser mais conhecidos. E, acredite, vale apena desfrutar de cada um deles.

1 – Ciclo de sobrevivência frágil

Você deve se lembrar de estudar cadeias alimentares na escola. Elas se sustentam de forma circular, no qual tudo tem a sua função e, consequentemente, interfere em outros pontos. Isso significa que uma simples falha pode colocar em risco todo o seu sistema. Para exemplificar esse fator, iremos retratar a relação entre uma espécie de abelha, a castanha do Pará e a Cutia, por exemplo.

espécie de abelha conhecida como Euglossini é a única capaz de polinizar a castanha do Pará, enquanto os machos da espécie precisam do perfume das orquídeas da árvore para atrair as fêmeas e então poder procriar. O que claramente cria uma relação de dependência entre elas. Para complementar toda essa história, a Cutia é uma das únicas espécies de animais que conseguem quebrar a casca dura do castanheiro. Ele abre a casca e então carrega as suas sementes para outras partes da floresta e as enterra. Toda essa relação perfeita entre um e outro pode acabar se dissolvendo caso alguma delas venha a ter problemas.

2 – Biodiversidade

Temos uma imagem muito limpa e perfeita de como é a Floresta Amazônica. Muitos realmente imaginam que, devido a sua proporção, ela nunca terá um fim e não chega a sofrer grandes perdas. Mas, infelizmente, essas pessoas estão erradas. Acredita-se que em um único hectare da floresta existe aproximadamente 750 espécies de árvores e 1.500 espécies de plantas. Mas, apesar disso, ela vêm sofrendo uma grande perda.

E estamos falando de algo realmente grande, cerca de 120 mil quilômetros quadrados de toda a floresta é destruído todos os anos. Fazendo com que, em média, 135 espécies de plantas animais entrem em extinção todos os dias, chegando a mais ou menos 50 mil extinções por ano.

3 – Rio Amazonas

Além de toda a sua diversidade quanto a espécies de plantas animais, a Amazôniatambém carrega o segundo rio mais extenso da Terra, o Amazonas, com 6,4 mil quilômetros. E, apesar de perder para o rio Nilo, com 7,4 mil quilômetros, o Amazonas ganha quanto a vasão de água. Uma comparação feita estima que, em apenas um dia, o fluxo de água do rio Amazonas seja igual ao uso de água de toda a cidade de Nova York durante 12 anos.

Outro ponto surpreendente sobre esse rio é que a sua extensão é tão grande que envolve toda a ilha de Marajó. Você pode estar imaginando que isso não é muita coisa, mas esta ilha é quase do tamanho da Suíça.

4 – Tribos isoladas

Por mais que seja difícil imaginar uma formação humana completamente isolada, elas ainda existem. A imensidão da Floresta Amazônica permite que muitas tribos indígenas ainda vivam dessa forma, seguindo seus próprios costumes e sem manterem contato algum com a sociedade que conhecemos.

5 – Fonte de oxigênio

oxigênio que necessitamos para a nossa sobrevivência é formado, em sua maioria, devido aos processos de fotossíntese, feito por meio de organismos fotossintetizantes. E, por mais que você não saiba exatamente como isso funciona, deve se lembrar de ouvir o assunto na escola. Além disso, é de conhecimento comum que locais mais naturais são melhores para a sua respiração. E, sabendo disso, é de se imaginar que a Floresta Amazônica desempenhe um papel importante nesse processo. E com razão, já que ela é responsável por 20% do oxigênio produzido.

6 – Nova espécie de formiga

A todo momento uma nova espécie é descoberta, e a Amazônia é um ótimo local para isso devido sua diversidade imensurável. Uma nova espécie de formiga foi descoberta por lá e ganhou o nome de Martialis heureka. de acordo com informações a seu respeito, ela é descendente direta das primeiras espécies de formiga. Fazendo parte da mais antiga linhagem existente do inseto. O mais incrível de tudo são as suas características. Elas possuem, em média, 0,2 ou 0,3 centímetros de comprimento. A espécie vive no sob e tem um aspecto esbranquiçado, além de não enxergar.

7 – Ondas

A maioria das vezes que vemos imagens do rio Amazonas com uma aparência calma e “passiva”. Fazendo com que muitos não imaginem que ele nem sempre é assim. Na verdade, durante 3 semanas de cada ano, um fenômeno causado pela lua faz com que enormes ondas surjam na área. Elas chegam a percorrer mais de 10 quilômetros e atraem alguns surfistas.

Esses fatores interessantes sobre a região Amazônica não são tão conhecidos como deveriam. Há muito o que descobrir por lá e o local devia ser de maior interesse para as pessoas. Afinal, todos esses pontos nos fazem pensar melhor sobre ela, não acham?

FATOS DESCONHECIDOS

COMPARTILHAR