7 CURIOSIDADES GEOGRÁFICAS QUE VOCÊ PROVAVELMENTE NUNCA OUVIU FALAR

370

O que você aprende em Geografia na escola? Países, capitais, terrenos, conflitos geopolíticos, relevo, tipos de rochas etc. Porém, existem alguns detalhes geográficos que são muito incríveis e que dificilmente ficamos sabendo.

1. Ponto Nemo: o lugar mais no meio do nada que existe

Os polos de inacessibilidade são aqueles mais longe da costa e podem ser tanto dentro de algum continente como nos mares. O Ponto Nemo é o polo de inacessibilidade oceânico, ficando a 2.688 km da ilha Ducie, a porção de terra mais próxima. Curiosamente, existem humanos habitando a apenas 400 km do Ponto Nemo, mas na Estação Espacial Internacional, que passa sobre o local de tempos em tempos!

2. A cerca Dingo

Já falamos sobre essa cerca na matéria que trazia curiosidades nada convencionais sobre a Austrália. Ela é a maior do mundo, com exatos 5.614 km, praticamente cortando o país ao meio, tendo sido construída a partir do século 19 para proteger as ovelhas do ataque de cães selvagens. Curiosamente, ela é maior que a fronteira entre a Rússia e a China, que tem 4.209 km, e maior que a distância entre o Oiapoque e o Chuí, no Brasil, que tem “apenas” 4.174 km.

3. O maior deserto do mundo não é o Saara

Por definição, os desertos são locais que recebem pouquíssima precipitação ao longo de um ano – menos de 250 mm, para ser mais exato. Dessa forma, a Antártida, com 13,8 milhões de km², é o maior deserto do mundo, já que a precipitação anual – tanto de chuva quanto de neve – não ultrapassa 51 mm por ano! O Saara continua sendo o maior deserto quente do mundo, mas é apenas o segundo maior do mundo, se considerarmos também os frios.

4. Ilha dividida entre países

A Ilha dos Faisões, no rio Bidassoa, passa 6 meses do ano sendo da França e os outros 6 meses sendo da Espanha. Isso começou a partir da assinatura do Tratado dos Pirineus, que aconteceu no meio dessa pequena ilha e pôs fim à Guerra dos Trinta Anos. Apenas responsáveis pela manutenção da ilha têm autorização para frequentá-la e, curiosamente, ela não pertencia a ninguém antes da assinatura do Tratado.

5. A maior fazenda do mundo é maior que Sergipe

A Estação Anna Creek, localizada no sul da Austrália, é a maior fazenda de gado e maior propriedade privada do mundo. Ela foi fundada em 1863 e ocupa uma área de 23,7 mil km². Ela é tão grande que chega a ser maior que o estado do Sergipe, que tem uma área de 21,9 mil km²! A forte seca que atingiu a Austrália no começo dos anos 2000 fez a população animal da fazenda cair drasticamente, chegando a meras 1,5 mil cabeças em 2008. Hoje em dia, já voltou à normalidade, com cerca de 20 mil animais.

6. Ilhas próximas com 24 horas de diferença

As Ilhas Diomedes, localizadas no centro do Estreito de Bering, estão apenas 4 km distantes entre si, porém a diferença horária entre uma e outra é de 24 horas! A Diomedes Maior, também chamada de ilha de Ratmanov, pertence à Rússia, enquanto a Diomedes Menor é parte dos EUA. Entre elas, passa a Linha Internacional da Data: enquanto na ilha norte-americana for 6h da manhã de sábado, por exemplo, na sua irmã maior, na Rússia, já são 6h da manhã de domingo!

7. A grandeza do Oceano Pacífico

Você já ouviu falar em pontos antípodas? De forma resumida, seria “o outro lado de uma esfera”. Na Terra, é como se você atravessasse todo o planeta por seu interior e chegasse ao outro lado do mundo. E o Oceano Pacífico é tão grande, mas TÃO grande, que tem até seu próprio ponto antípoda: partes do litoral do Peru são opostas geograficamente a partes da costa sudeste da Ásia. Inclusive, a ilha Ko Chang, a segunda maior da Tailândia, é praticamente antípoda à ilha São Lorenzo, a maior do Peru.

MegaCurioso

 

COMPARTILHAR