7 coisas que vão desaparecer das nossas vidas nos próximos 5 anos

383


Não temos como escapar da tecnologia que evolui cada vez mais e mais, a não ser que você vá morar no meio do mato e se esqueça do resto do mundo. Bom, assim como várias coisas dos anos 2000 nós já deixamos de usar, algumas coisas que usamos hoje em dia daqui há alguns anos não nos será mas útil, e algumas dessas coisas daqui a pouco tempo. Já que estamos falando em tecnologia, vocês já leram a nossa matéria com as 5 tecnologias que você com certeza vai querer em 2017?

Já pensaram que algumas coisas como o CD e DVD, logo mais não servirão para mais nada? Com o armazenamento em nuvem, muita coisa deixa de ter utilidade, e pensando nisso, nós criamos essa matéria com algumas coisas que daqui a pouco tempo deixarão de existir. Então, caros leitores da Fatos Desconhecidos, confiram agora a nossa matéria com as 7 coisas que vão desaparecer das nossas vidas no próximos 5 anos:

1 – Senhas de acesso

Hoje em dia fazemos senhas para exatamente tudo que vamos usar na internet, redes sociais, e-mails, acesso a bancos e mais milhares de coisas que criamos senhas e as vezes até nos perdemos entre elas. Pode ser que demore um pouco mais de 5 anos, mas conforme especialistas em segurança da informação, logo mais nós vamos começar a usar outras formas de manter invasores longes, como biometria (já usada em bancos), leitura de voz, reconhecimento facial e coisas do tipo.

2 – Cabos USB

O cabo USB ainda pode ser considerado como algo novo, e que tem muitas funções em nossas vidas. Pode ser que daqui 5 anos, 70% da população mundial tenha um desses dispositivos e 90% das pessoas terão cobertura de dados móveis, isso segundo um relatório de mobilidade da Ericsson. Com tanta acessibilidade pelos celulares e serviços de armazenamento em nuvens, o uso do USB deve ir caindo gradativamente, ao menos quando o assunto for armazenamento de dados.

3 – Controle Remoto

O controle remoto faz parte das nossas vidas há muito tempo. E quem de vocês nunca teve uma briga com o irmão por casa do controle remoto? E quem nunca ficou “P” da vida por não saber onde está o controle remoto? Bom, provavelmente o controle remoto não demora muito a ser esquecido.

A empresa americana Strategy Analytics afirma que a internet poderá substituir boa parte dos dispositivos que temos hoje, como o controle remoto. Com grandes evoluções, a tendência é que eletrônicos como a televisão atendam a comandos de voz das pessoas ou, como já existi, os controles sejam substituídos por celulares.

4 – Documentos e contratos de papel

Hoje as pessoas já ficam um pouco irritadas quando tem que assinar uma papelada, imaginem daqui há alguns anos!? A tendência é que essas documentações em papel que temos que assinar para um monte de coisa sejam substituídas por assinaturas e documentos digitais, armazenados em nuvens é claro. Olhemos para o lado bom, quantas árvores deixarão de serem cortadas?

5 – Dinheiro, cheques, cartões de crédito e caixas eletrônicos

As formas de pagamento “analógicas” que nós usamos hoje em dia provavelmente devem mudar daqui muito pouco tempo. Serviços bancários, por exemplo, já fazem milhares de coisas pelo meio digital, especialmente por celulares. E quem de vocês nunca fez um pagamento pela internet, transferiu um dinheiro pelo celular ou simplesmente conferiu o saldo bancário usando seu Smartphone?

6 – CD, DVD e Blu Ray

Pra falar a verdade, pode ser que esses objetos sumam em menos de 5 anos. Eles surgiram como uma grande revolução e mataram os LPs e as fitas magnéticas de áudio e vídeo. Mas vocês se lembram qual foi a última vez que compraram um CD da sua banda favorita? Ou que alugaram um filme na locadora? Serviços de streaming como o Netflix e o Spotify, isso sem falar nos downloads ilegais que acontecem na internet. É, realmente esses objetos devem sumir logo logo.

7 – Mouse

Daqui a pouquíssimo tempo, os custos para adicionar telas sensíveis ao toque serão tão baratos que toda tela, seja ela de TV ou laptop, terá tal tecnologia. Claro que as pessoas não vão parar de usar do dia para a noite, mas o mouse com certeza será um método secundário.

E aí, caros leitores, sabem de mais alguma coisa que usamos hoje mais que vão sumir nos próximos 5 anos? Comentem!

FONTE(S) The Crunch, Hypescience

COMPARTILHAR